Descrição

Partindo da vila de Vieira do Minho siga pela EN 304 até ao lugar de Cerdeirinhas, freguesia de Tabuaças. Na rotunda que liga a EN 304 à EN 103 vire à direita em direcção a Chaves. Mantenha-se na EN 103 durante cerca de 20 km até encontrar do seu lado direito um entroncamento devidamente sinalizado, indicando a direcção a seguir até Espindo, são aproximadamente 2 km.

A pitoresca aldeia de Espindo com as suas ruelas estreitas e íngremes, e habitações de granito é mais um exemplo típico de aldeia de montanha. Esta pequena localidade, situada na freguesia de Ruivães, estende-se a meio da encosta norte da Cabreira, a cerca de 710 metros de altitude.

Não de sabe ao certo a data da criação da aldeia. No entanto, de acordo com os habitantes, esta localidade terá entre 400 e 500 anos. Actualmente, a aldeia é habitada por cerca de 30 pessoas que subsistem essencialmente da agricultura e da exploração pecuária. Com forte tradição comunitária, ainda hoje é preservado o sistema de regadio que decorre geralmente de 24 de Junho a finais de Setembro.

Tal como as aldeias vizinha, Espindo beneficiou com a exploração do volfrâmio.

O património cultural e edificado resume-se às casas de habitação do século XIX, a Capela Santa Isabel, ao cruzeiro, às alminhas, aos inúmeros espigueiros e moinhos que reflectem a economia de subsistência baseada na agricultura