Descrição

O Conjunto Hidráulico de Rossas é um excelente exemplar das antigas e tradicionais estruturas pré-industriais que recorriam à força da água para a transformação das matérias-primas. Situado no antigo largo da feira de Rossas, este conjunto é composto por um moinho, um lagar de azeite, uma serra, um engenho de linho e um alambique. Este património etnográfico esteve, durante várias décadas, parado e ao abandono. Nos anos 90, foi recuperado por empenho do proprietário, que ambicionava restaurar as estruturas e perpetuar as memórias e tradições locais. O Moinho de planta retangular é construído em alvenaria irregular e em perpianho, de granito. A cobertura, de três águas, é em telha de aba e de canudo. No interior conserva-se todo o equipamento de moagem, como em mós, em granito, a tremóia e o tremonhado em madeira. A água é aduzida ao moinho por caleira estruturada e cubo quadrangular, em granito, acionando um rodízio de penas, em madeira.