O Serviço Municipal de Proteção Civil de Vieira do Minho, de acordo com a informação meteorológica disponibilizada, prevê para os próximos dias.
O agravamento da situação meteorológica a partir de dia 1 de agosto, persistindo previsivelmente até ao próximo fim-de-semana, com temperaturas elevadas e teores de humidade baixos, destacando-se os seguintes aspetos:
– Aumento muito significativo da temperatura máxima, sendo que no dia 2 de agosto (quinta-feira) praticamente todo o território nacional terá valores acima dos 35ºC
– Valores acima dos 40ºC no dia 3 de agosto (sexta-feira)
– Prevê-se ainda que as noites sejam tropicais, com os valores de temperatura mínima a excederem os 20ºC na generalidade do território nacional na noite de 2 para 3 de agosto.

EFEITOS EXPECTÁVEIS

Em função da previsão da evolução das condições meteorológicas é expectável:

– Tempo quente e vento moderado permitindo condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais.

MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO

O SMPC recorda que, de acordo com as disposições legais em vigor, não é permitido (a):

– Realização de queimadas, de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos;
– Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
– Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
– O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
– Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;
– A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

O SMPC recorda, ainda alguns cuidados a ter, face às condições meteorológicas previstas, na realização de trabalhos agrícolas e florestais, nomeadamente:

– Manter as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras;
– Abastecer as máquinas a frio e em local com pouca vegetação;
– Ter cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.

Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.