A edição 2018 da Feira da Ladra foi um verdadeiro sucesso a julgar pelo número de visitantes que atraiu, pela participação dos Vieirenses nas actividades e pela grande promoção que proporcionou ao concelho.
As boas condições climatéricas e a programação diversificada fizeram com que Vieira do Minho fosse o ponto de chegada de todos aqueles que quiseram assistir à valorização e afirmação das raízes de um povo.
Durante 4 dias Vieira do Minho foi um ponto de chegada e uma referência a nível local e nacional com o centro da vila a tornar-se exíguo para acolher comerciantes e forasteiros.
As festas concelhias ficaram marcadas pela forte aposta na valorização dos produtos e tradições regionais, com especial destaque para as corridas de cavalos, os concursos pecuários, a feira tradicional de produtos locais,as bandas de música, o  folclore, as concorridas chegas de bois e o tradicional cortejo etnográfico.
No domingo, o cortejo etnográfico saiu à rua para mostrar uma verdadeira exposição de arte e engenho com a presença das freguesias do concelho. Tratou-se de um grande exemplo de empenhamento e de união. Um  cortejo que foi uma feliz forma de conviver e preservar os usos e costumes da terra, num desfile de vários carros alegóricos, qual deles o mais imaginativo e original.
Na hora do balanço, o presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso salientou que “a Feira da Ladra continua a ser a festa do povo Vieirense no máximo esplendor da afirmação e valorização das nossas raízes”.