Vieira do Minho continua de portas abertas para a arte contemporânea. É exemplo desta abertura a inauguração da  nova  exposição da Fundação Portugal Telecom “ Mulheres na Arte”, que vai estar patente ao público na Casa Museu Adelino Ângelo até maio de 2018.
A Exposição  “ Mulheres na Arte”, foi inaugurada, hoje, dia 18 de maio pelo presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso e pelo cofundador do Grupo Altice, Armando Pereira.
O momento, que contou com a presença de várias individualidades da sociedade Vieirense foi abrilhantado pelos  Grupos de Canto Coral e Cavaquinhos da Universidade  Sénior e ainda de Artur Oliveira, professor de trompete do polo de Vieira de Minho da Academia de Música Valentim Moreira de Sá.
As diferentes obras que estão em exposição na Casa Museu testemunham, segundo a Curadora “o diálogo das diferentes gerações das autoras e são impressas em diferentes suportes e técnicas, traduzindo as vivências e reflexões sobre o pensamento cultural feminino, com uma mistura de sensualidade, ironia, provocação, romantismo, sedução, mistério e revelação”.De salientar ainda que esta segunda exposição da Fundação Portugal Telecom é dedicada exclusivamente a 13 artistas mulheres, com a exibição de 14 obras que pertencem ao espaço temporal entre o ano 1987 e a obra mais recente 2015.

A exposição é a segunda mostra de um núcleo da Coleção de Arte Contemporânea da Fundação Portugal Telecom presente em Vieira do Minho fruto do bom relacionamento entre o presidente do Município de Vieira do Minho, Armando Pereira.
Na cerimónia de inauguração, o edil Vieirense salientou a importância desta exposição, na medida em que ela representa uma mais valia para a cultura concelhia pois “ vai permitir aos Vieirenses uma melhor fruição da arte e uma oportunidade única de enriquecimento cultural”.
“ Este facto é notório pelo triplicar do número de visitantes à Casa Museu Adelino Ângelo a quando da presença da primeira exposição de arte contemporânea da Fundação PT que esteve patente ao público recentemente”.
O presidente da Câmara Municipal, agradeceu ainda o empenho da Fundação PT e “ao amigo Vieirense Armando Pereira” pois, a presença desta exposição na Casa Museu Adelino Ângelo só foi possível  graças a este bom entendimento.